Professora encerra atuação no IBB e assume Departamento

Destaque

Departamento de Biologia possui avaliação de destaque no ENADE

A Profa. Dra. Célia Regina Gonçalves e Silva iniciou sua carreira na Instituição ministrando aulas de hematologia na Escola de Aplicação Dr. Alfredo José Balbi no ano de 1989, quando atuava no Hospital Universitário como biomédica. Em 1991, prestou um concurso e começou a ministrar aulas na graduação.

Após as especializações, passou por diversos cursos, como Biologia, Engenharia de Alimentos, Engenharia Ambiental, Enfermagem, Nutrição, Odontologia e Fisioterapia.

Sobre as dificuldades e os obstáculos da carreira, a professora afirma que praticamente são os mesmos pelos quais a Universidade passa, pois considera o trabalho uma extensão de sua casa. Ela também fala de seus projetos. “Meu maior sonho é me aposentar aqui na UNITAU. Quando buscamos as coisas e trabalhamos com seriedade, o universo conspira a favor. Sou muito feliz e realizada enquanto professora na Universidade.”

Até 2015, a docente atuava como diretora do Instituto Básico de Biociências (IBB). Neste ano, assumiu a diretoria do Departamento de Ciências Biológicas. A professora afirma que se prepara para muito trabalho, que pretende intensificar a questão da prática dos alunos com ações fora da sala de aula e que também quer fechar convênios com empresas da região para criar um espaço maior de experiência para os estudantes.

O curso de Ciências Biológicas conta diversas aulas práticas e algumas viagens a campo. “No projeto pedagógico, nós temos duas viagens por ano com todos os professores e alunos. Eles ficam alojados no local por dois dias e fazem um extenso estudo. Além do aprendizado, há uma integração importante entre professor e aluno.”

Ao final do mandato de dois anos, a nova diretora relata que pretende ver o Departamento repleto de alunos com formação de qualidade e excelência, levando o nome da Universidade cada vez mais longe. O curso tem nota 4 no Exame Nacional do Ensino Médio (ENADE), numa classificação que vai até 5.

A professora Célia está com 51 anos, é casada e tem três filhos. Ela é natural de Analândia, interior de São Paulo, e conta que a mudança para a região há mais de 20 anos aconteceu por meio de um professor, que começou a dar aulas na UNITAU e sugeriu que ela também ingressasse na Instituição. Como hobby, a docente gosta de cantar e de tocar violão.

ACOM/UNITAU