Universidade e cidades do Vale do Paraíba planejam trilha para romeiros

Destaque

Nesta terça-feira, 12, foi apresentada a proposta e as etapas que já estão em andamento

A Universidade de Taubaté (UNITAU) apresentou, em reunião na tarde de terça-feira, dia 12, para representantes das cidades da região os projetos da Trilha da Imaculada e do Parque Romaria.

Na reunião, foi apresentada a proposta da Trilha, idealizada pelo cantor e compositor Renato Teixeira junto com seu irmão Roberto de Oliveira, e que tem como o intuito criar uma rota alternativa para a peregrinação dos romeiros, unindo pontos culturais, históricos e arquitetônicos das cidades do trajeto.

Estavam presentes: o Reitor da UNITAU, Prof. Dr. José Rui Camargo; representantes das Secretarias de Turismo e conselhos de turismo das cidades; professores e alunos dos Departamentos de Arquitetura e Urbanismo, de Ciências Sociais e Letras e de Engenharia Civil da Universidade; representantes da Agência Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte (Agemvale) e da empresa DEF Projetos.

Fotos: Leonardo Oliveira
Fotos: Leonardo Oliveira

O Reitor da Universidade, Prof. Dr. José Rui Camargo, falou sobre o andamento do projeto. “Ele já está em desenvolvimento e apresentamos para o Governador do Estado [Geraldo Alckmin] e para secretários”, disse. “Certamente, a participação dos municípios é fundamental e o que esperamos é que eles possam colaborar na construção da Trilha no seu respectivo território, já que eles serão os futuros beneficiados pelo projeto.”

O secretário de Turismo de Guaratinguetá, Célio Leite, diz que vê o projeto com bons olhos. “É uma iniciativa fantástica, que vem fortalecer o turismo pedestre. Temos todas as condições de desenvolver isso”, concluiu.

A expectativa é que o trajeto da Trilha da Imaculada tenha cerca de 230 quilômetros, se iniciando em Caçapava e terminando em Guaratinguetá, e com a estimativa de três milhões de visitantes por ano após ter concluído.

A empresa DEF Projetos realiza estudos para a construção da Trilha e do Parque. O representante André Lompreta diz que os projetos buscam satisfazer toda a população do Vale do Paraíba e não só o público religioso. ”Parque Romaria é um projeto pontual que ajuda no desenvolvimento estratégico tanto na questão cultural, crescimento da indústria criativa, área de serviços, hotelaria, eventos e influencia todo o Vale do Paraíba”, disse. “A Trilha da Imaculada é mais abrangente e vai potencializar o turismo, não somente o religioso, mas pode também se converter em uma trilha para esportes, para caminhadas e para lazer”, explicou.

A equipe de professores e alunos da UNITAU está encarregada de todo o levantamento histórico, cultural e arquitetônico das cidades do Vale do Paraíba e do mapeamento das áreas que podem abrigar a Trilha da Imaculada.

 

Caio Tebassi
ACOM/UNITAU