Um olhar positivo diante do mercado de trabalho

Aluno, Conhecimento, Destaque, Professor

O ano de 2015 fechou em baixa quanto ao mercado de trabalho, e a crise econômica é apontada como a principal vilã nesta história. Estamos praticamente na metade do ano, e as expectativas ainda não são das melhores. Então, como os profissionais podem se preparar para esse cenário?

O Prof. Me. Júlio Gonçalves, da Universidade de Taubaté, que tem experiência na área de Administração de Empresas, Ciência da Computação e Planejamento Estratégico, concordou que a situação está difícil, mas que essa pode ser uma boa hora para se arriscar. “Eu entendo que esse é um momento para se plantar, mesmo o mercado estando restrito.”

É essencial saber enxergar as oportunidades. Numa situação como a atual, ter uma visão mais positiva pode ser a grande solução. “Eu adoro problemas, porque é ali que eu vejo o potencial de se inovar e criar”, contou. Segundo o docente, a crise não irá durar muito tempo, e quem souber aproveitar esse tempo para se preparar e adquirir novas competências terá chances dobradas quando as oportunidades de trabalho começarem a surgir.

Ele comenta também que o mercado está mais exigente, as vagas estão mais concorridas e os processos seletivos estão mais restritivos. “As empresas estão buscando candidatos que possam solucionar problemas, de forma rápida, objetiva e simples, sempre buscando um resultado positivo”, ressaltou. Além disso, é preciso apresentar algum diferencial, desde um curso de idiomas até uma especialização.

Dicas

Júlio destacou algumas soluções para quem está na casa dos 40 anos, ou mais, e está buscando espaço no mercado de trabalho. “Eu recomendo que essas pessoas busquem aproveitar a própria experiência. Por exemplo, muitas escolas dão oportunidade para quem tem conhecimento prático. Criar um curso online pode ser uma opção também.”

Para o recém-formado, a porta de entrada para o mercado de trabalho é o estágio. “Nos meses de junho e julho, é bom ficar olho porque as empresas abrem processos seletivos, é interessante se candidatar para todos eles”, ressaltou Júlio.

Além da capacitação, é imprescindível apresentar um currículo atrativo. “Um currículo bem diagramado, limpo, claro e sem mentiras”, explicou. De acordo com o docente, o começo deve conter o nome e o telefone. Em seguida, deve haver uma especificação sobre o cargo pretendido. Por fim, a formação acadêmica e a experiência profissional. De preferência, tudo isso em uma única lauda.

Para a entrevista, Júlio também deu algumas dicas. “É importante ir com uma vestimenta de acordo com a ocasião e não exagerar em perfumes ou colônias. Seja você mesmo e responda tudo de forma natural”, ressaltou. Outro aspecto relevante é pesquisar sobre a empresa em questão, é preciso saber os valores e a missão, qual o ramo de atividade e em qual mercado a empresa atua.

Júlio Gonçalves estará presente no dia 10 de maio, na Feira de Oportunidades e Empreendedorismo da UNITAU, com a palestra Líderes Gigantes: o perfil do funcionário e do empreendedor de sucesso. O evento acontece no Departamento de Arquitetura e Urbanismo, na Praça Félix Guisard, 120, centro de Taubaté.

Você encontra a programação completa aqui.

Ingra Lombarde
ACOM/UNITAU

* Foto: Mayra Salles/UNITAU