Professor é premiado pela Câmara por projeto de cultivo agrícola

Aluno, Conhecimento, Destaque, Pesquisa, Professor

O Prof. Dr. Paulo Fortes Neto, do Departamento de Ciências Agrárias da Universidade de Taubaté (UNITAU), recebeu na sexta-feira, 3, no auditório da Câmara de Taubaté, um prêmio de honra ao mérito pelo projeto do bioplástico, uma cobertura de solo para cultivo agrícola que permite economia de água no plantio e reduz a geração de resíduos inorgânicos nos alimentos plantados. A homenagem foi concedida pelos vereadores em comemoração ao Dia do Meio Ambiente, celebrado em 05 de junho.

O trabalho de Fortes começou a ser desenvolvido em 2013, teve uma parte realizada em 2014, outra em 2015 e segue em 2016, envolvendo, além do professor, alunos e docentes dos cursos de Engenharia Ambiental e de Agronomia. O bioplástico é uma tecnologia já estudada em outros países e seria uma alternativa às coberturas de plástico comumente utilizadas no cultivo.

Renan Tomy

O projeto realiza pesquisas relacionadas à adaptação do material, que na Europa é conhecido como agro biofilme, ao solo brasileiro, antecipando a chegada da tecnologia ao país. O docente destaca que o trabalho é importante para os estudantes devido à inovação. “O estudante começa a aprender sobre uma possibilidade de tecnologia que ainda não veio para cá”, afirmou.

O professor salientou também que se envolver neste projeto é importante para os alunos saírem da rotina. “Trabalhos como esse despertam a sensação pelo novo, saindo do vício da mesma coisa. Os alunos começam a ver que existem mais oportunidades, pensando um pouco fora da sala de aula”, avaliou o docente.

Renan Tomy
ACOM/UNITAU

* Fotos: Renan Tomy