A amizade no ambiente de trabalho

Destaque

As amizades são preciosas experiências de vida, pois nos complementam com uma especial carga afetiva. As amizades são relacionamentos voluntários e seletivos, cujas regras são negociadas pelas partes.

Fazer e manter amizades são habilidades importantes na vida social e que nos ajudam a enfrentar as vicissitudes da vida. A importância da amizade tem sido reconhecida em diferentes contextos, sendo um deles o ambiente de trabalho.

O ambiente de trabalho é o lugar em que a maioria das pessoas adultas passa a maior parte de seu tempo e por isso é muito comum e natural que amizades se originem nesse contexto.

Um ambiente de trabalho em que a amizade é cultivada pode alavancar a satisfação profissional, a produtividade e o comprometimento. Em ambientes confiáveis as pessoas apresentam melhores resultados, uma vez que é mais fácil aprender e crescer com a colaboração e com a cooperação do outro. Os amigos, no ambiente de trabalho, podem fornecer apoio e compreensão.

As amizades no ambiente de trabalho podem trazer benefícios não somente aos funcionários, mas também à empresa, uma vez que um clima agradável no trabalho é vantajoso para ambas as partes, podendo resultar em menos estresse, mais prazer em estar na empresa, mais envolvimento com o trabalho e melhor desempenho e resultados.

Entretanto, esta relação de amizade deve ser natural, saudável e apresentar limites. É preciso respeitar a privacidade do outro e se sentir confortável com a relação. Apesar de as relações de proximidade dentro do trabalho serem importantes, também é imprescindível manter o profissionalismo. A amizade entre os colegas de profissão pode ser muito produtiva desde que se saiba separar os papéis. As relações formais e informais no ambiente de trabalho não devem ser confundidas. A amizade no ambiente de trabalho pode ser prejudicial, se não houver maturidade dos envolvidos para estabelecer limites entre o formal e o informal. O equilíbrio e o bom senso devem prevalecer na relação.

 

Profa. Dra. Adriana Leonidas de Oliveira
Mestre e Doutora em Psicologia pela PUC-SP
Pós-Doutorado em Administração de Empresas pela EAESP-FGV
Professora da Universidade de Taubaté

fotografia: Leonardo Oliveira/UNITAU.