Estudantes de Engenharia Ambiental realizam atividade de recuperação na Fazenda Renópolis

ambiental, Conhecimento, Destaque, Pesquisa, Professor, Projetos

Há cinco anos, o curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Universidade de Taubaté (UNITAU), juntamente com os cursos de Agronomia e Ciências Biológicas da Universidade, realizam um projeto de extensão para manutenção, estudo e pesquisa da Fazenda Renópolis.

Localizada em Santo Antônio do Pinhal, a Fazenda possui fauna e flora muito extensas e é um dos oito grandes pontos quentes de biodiversidade mundiais. A ideia do projeto de extensão foi concretizada pelo diretor do Departamento Prof. Me. Sergio Luiz Lousada. “Esse é um aprendizado para os alunos receberem, e investirem em recuperação ambiental”, fala o diretor.

A iniciativa propõe um contato maior dos estudantes com o meio ambiente, e ainda permite que seja feito um trabalho de regeneração e proteção da biodiversidade local. Alguns alunos dos cursos participantes do projeto desenvolvem pesquisas de iniciação científica na Fazenda e estudantes são levados à Renópolis para aulas práticas.

O docente de Planejamento e Gestão Ambiental do curso de Engenharia Ambiental, Prof. Dr. Ademir Fernando Morelli, é um dos professores engajados no projeto, e diz que a Universidade prepara todo o plano de manejo da Reserva, área de aplicação dos alunos. “Tendo a experiência concreta e real, os alunos terão o aprendizado de uma forma mais marcante”, completa Morelli.

O aluno do 5° ano de Engenharia Ambiental, José Xavier Germano, desenvolve um estudo da disponibilidade hídrica da Fazenda Renópolis. Em seu trabalho de graduação, ele faz a avaliação do estado de conservação de nascentes e da disponibilidade e qualidade hídrica na Fazenda. José conta que quando foi até Renópolis pela primeira vez ficou muito emocionado. “Cada dia é uma nova experiência, é muito gratificante”, acrescenta o estudante.

Laura Gatti
ACOM/UNITAU

Foto: Arquivo Pessoal