Metas para o ano novo: vamos pensar sobre elas?

Artigo, Destaque

Todo início de ano as pessoas fazem planos, listam uma série de objetivos, definem metas para o ano novo, mas muitas vezes a ideia de colocá-las em prática acaba ficando de lado com o passar dos meses, com a correria do dia a dia. A dificuldade de cumprir metas está muito ligada à forma como as elaboramos, ou seja, isso já  define se conseguiremos cumpri-las ou não. A questão é que não basta definir metas! É preciso fazer um planejamento para o alcance delas.

O primeiro aspecto a ser considerado é que se deve ter clareza a respeito das metas pessoais que se deseja alcançar. A pessoa que não tem clareza dos seus objetivos não sabe para onde está caminhando. Por isso algumas dicas são importantes. Uma meta deve ser específica, mensurável, atingível, relevante e temporal. O que isso significa?

  • Específica = deve ser detalhada para parecer a mais real possível.
  • Mensurável = deve-se ter condições de medir a meta, para se saber se chegou nela ou não e, se não se chegou, quanto falta para isso.
  • Atingível = deve ser uma meta possível de ser alcançada. Se uma meta parece inatingível, ela deve ser desdobrada em metas menores.
  • Relevante = deve fazer diferença na sua vida
  • Temporal = deve se definir dia, mês e ano em que a meta deve ser atingida.

 

Vamos pensar num exemplo: “fazer uma viagem neste ano” não é uma meta específica. Procure definir para onde deseja viajar (específica), quanto precisa juntar de dinheiro (mensurável), quanto pode poupar a cada mês para conseguir fazer essa viagem (atingível), qual a data ideal para fazer essa viagem (temporal) e pense quais as motivações envolvidas nessa meta (relevante).

Outro aspecto importante a se pensar é que sempre há tempo para se definir metas. A fixação de metas é um processo poderoso para pensar no futuro que se deseja alcançar e para motivar-se para transformar essa visão de futuro em realidade. Portanto, deve fazer parte de nossa vida! Quando se sabe para onde quer ir, se sabe em que concentrar os esforços.

Para se obter sucesso nesse processo, estabeleça metas diferentes, ou seja, metas de longo prazo (5 a 10 anos), metas de médio prazo (1 ano), metas de curto prazo (1 mês ou 1 semana) e metas de curtíssimo prazo (1 dia).

As metas de longo prazo costumam ser poucas, ou até mesmo única. As metas de médio prazo existem para que se alcance a meta de longo prazo e costumam ser um pouco mais numerosas. As de curto prazo são numerosas e existem para que se alcance a meta de médio prazo. Finalmente as metas de curtíssimo prazo consistem nas atividades diárias que devem ser cumpridas para que todas as metas anteriores sejam alcançadas. Essas são as mais difíceis e importantes.

O terceiro aspecto a se considerar diz respeito à quantidade de metas. Quando se tem uma vida muito atribulada e pouco tempo livre, é preciso se concentrar no que é importante e não tentar assumir muitos objetivos de uma única vez. É importante fixar metas numa quantidade controlável para que possam ser realmente cumpridas.

Algumas outras dicas podem ajudar:

  • Defina prioridades. Decida o que é importante para você;
  • Busque equilíbrio. Busque estabelecer metas em diferentes áreas de sua vida: saúde, finanças, carreira, família, etc.;
  • Programe-se anualmente, mensalmente e diariamente;
  • Coloque seus objetivos no papel. Exercite a prática da organização. Crie uma lista diária de tarefas;
  • Revise sempre suas metas. Isso diminui o risco de deixá-las de lado;
  • Identifique os obstáculos que impedem o cumprimento de suas metas e as tarefas apropriadas para superar tais obstáculos;
  • Compartilhe seus objetivos com alguém importante, que o ajude a manter a motivação;
  • Se não conseguir concluir uma meta no prazo estabelecido, desdobre-a em metas menores e trace um novo prazo. Flexibilidade é importante;
  • Quando atingir uma meta, não esqueça de comemorar!

Procure sempre identificar a sua motivação! Quanto melhor a pessoa compreende porque quer algo, mais empenhado estará para continuar trabalhando em prol de seus objetivos.

Feliz Ano Novo! Que seus sonhos e metas sejam alcançados!

 

Profa. Dra. Adriana Leonidas de Oliveira

Diretora do Departamento de Psicologia da UNITAU

Mestre e Doutora em Psicologia pela PUC-SP

Pós-Doutorado em Administração de Empresas pela EAESP-FGV