Ice-Creamy

Ex-aluno da Universidade realiza sonho de ter o próprio negócio

Destaque, Empreendedorismo, Logística

A formação oferecida pela Universidade de Taubaté (UNITAU) prepara os alunos para o mercado de trabalho. Um exemplo é o de Wallison Vitor da Silva, formado no ano de 2015, no curso de Tecnologia em Logística, que montou sua micro-empresa franqueada. Aos 23 anos, ele é dono do próprio negócio, uma franquia conhecida no Estado de São Paulo, que hoje faz sucesso no Vale do Paraíba.

Um dos objetivos do curso de Logística da UNITAU é formar profissionais capacitados para trabalhar para empresas de pequeno, médio e até grande porte. Mas o objetivo de Wallison nunca foi trabalhar para alguém e, sim, para si mesmo. “Eu queria uma inclusão rápida no mercado de trabalho, então o curso de logística me proporcionou isso”, conta.

Após finalizar o curso, que tem duração de dois anos, Wallison conseguiu seu primeiro emprego como auxiliar logístico e logo depois assumiu a função de analista. “A formação no curso foi o que me deu total suporte”, ressalta ele, que dá destaque para a Profa. Ma. Romaria Pinheiro da Silva como mentora neste processo. “Ela tem uma mente bem aberta nesse ramo de empreendedorismo, tem muito conhecimento a oferecer, eu diria que aprendemos não só conteúdo, mas com experiência dos próprios professores, no meu caso com a Romaria”, declara o ex-aluno.

Mas o desejo de Wallison não foi tão fácil de realizar quanto parece. Ele se desdobrou para alcançar o sonho do seu próprio negócio. Vendeu apartamento, precisou da ajuda dos pais para atingir seu objetivo e acabou saindo do seu emprego fixo de analista, para se dedicar ao seu estabelecimento. “Eu trouxe uma forma diferente de fazer sorvete, que é o sorvete na pedra, coisa que não existia aqui no Vale”, conta.

Para finalizar, Wallison Vitor deixa o seguinte recado para os futuros alunos que pensam em fazer uma faculdade. “Tem que ter calma na hora de escolher seu curso. O maior erro dos jovens hoje é ter a ansiedade de querer entrar em um curso que, às vezes, não faz o perfil dele”, aconselha ele, que está há cinco meses com o empreendimento.

 

Francine Eustachio

ACOM/UNITAU

Foto: Leonardo Oliveira