Como tudo começou: relembre o início do curso de Letras e História

Destaque, História, Letras

A Universidade de Taubaté (UNITAU) é referência em Ensino Superior na Região Metropolitana do Vale do Paraíba, no Litoral Norte e na Serra da Mantiqueira ao longo de seus 42 anos, entretanto é preciso relembrar a trajetória de seus primeiros cursos, antes mesmo de a Instituição ser a maior Universidade pública municipal. Dois de seus primeiros cursos foram aqueles que formam educadores e profissionais na área de pesquisa. São eles os cursos de História e Letras, pioneiros na região.

O prédio em que está localizado o Departamento de Ciências Sociais e Letras, na Rua Visconde do Rio Branco, foi construído em 1895 para ser sede da Academia Artística Literária de Taubaté, no estilo neoclássico. Ele sofreu alterações e ampliações ao longo dos anos.

Em 1957, a partir da mobilização da sociedade taubateana pela criação de uma escola de Ensino Superior no município, foi criada a Faculdade de Filosofia, Ciências Sociais e Letras. O então presidente da República, Juscelino Kubitschek, assinou o decreto que autorizava a instalação dos cursos de História, Letras Neolatinas e Anglo-Germânicas e Pedagogia.

Em 1974, a partir da união de vários cursos de Ensino Superior, entre eles o de História, o de Letras e o de Pedagogia, foi criada a Universidade de Taubaté. O Departamento de Ciências Sociais e Letras foi criado em 1986.

A Profa. Dra. Rachel Abdala, coordenadora do curso de História da UNITAU, comenta a relevância histórica dos cursos.  “Os cursos são o eixo central da Universidade e formaram, ao longo desses 60 anos de existência, profissionais que atuaram e atuam em toda a região. Assim, eles são importantes na formação de professores e em elevar a cultura acadêmica com responsabilidade, competência e compromisso.”

Muitos nomes participaram da história da educação e contribuíram para a formação de profissionais ao longo desses 60 anos. No curso de História, podem ser destacados os nomes do Prof. Simplício, da Prof.ª Sonia Siqueira, da Profa. Maria Januaria e o do Prof. Cyro de Barros Rezende Filho. No curso de Letras, nomes como o de Maria Helena Martins de Oliveira, o da Profa. Ivone Barbosa Guisard, o da Profa. Sonia Sachs e o da Prof. Elzira Yoko foram importantes para a construção do curso ao longo do tempo.

A partir deles, formaram-se outros educadores, como destaca a diretora do departamento, Prof. Ma. Cláudia Maria de Oliveira Souza. “Nós somos pioneiros, formamos diversos professores na área da educação, sempre procurando manter a qualidade e o profissionalismo e, hoje, os alunos que se formam são profissionais no campo educacional, que atuam desde o ensino fundamental até a graduação. Fui aluna, retornei como professora e hoje sou diretora. É um privilégio fazer parte desta construção”, afirma.

 

*(Foto: Arquivo Histórico)

 

Lucas Azevedo

ACOM/UNITAU