site

Universidade realiza premiação de pesquisas científicas e de inovação

CICTED, Destaque, Internacional, Prêmio, Projetos

Na noite de quinta-feira, 30, a Universidade de Taubaté (UNITAU) realizou um evento que premiou os melhores trabalhos apresentados no Congresso Internacional de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento (CICTED), realizado em setembro na UNITAU, que reuniu mais de 1.400 pesquisas.

Na ocasião também foram premiados os vencedores da primeira edição do Prêmio de Inovação, uma iniciativa da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação da Universidade em parceria com a Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Inovação (Fapeti). No total, 72 trabalhos foram premiados em categorias que reúnem estudantes do Ensino Fundamental à Pós-graduação. Confira a lista de premiados aqui.

Mais de 350 pessoas entre pesquisadores, professores e familiares, acompanharam a cerimônia que aconteceu no auditório do Departamento de Engenharia Civil.

site-02

Os alunos de Engenharia da Computação Vanessa Silver e Michael dos Santos desenvolveram um sistema inteligente aplicado ao ensino da matemática, o Smart Math, e foram os primeiros colocados no Prêmio de Inovação. “A finalização da pesquisa é maravilhosa. Nos sentimos muito felizes, pois eventos assim mostram o reconhecimento pelo nosso trabalho. É uma realização, satisfação e reconhecimento”, conclui Vanessa, que foi premiada com um notebook e com um curso de capacitação em start-up.

Rafaela da Rosa e Michele Carvalho, ambas do curso de Enfermagem ganharam em primeiro lugar na categoria Encontro de Iniciação Científica (ENIC) área de Biociências. Elas avaliaram a inserção de assuntos pertinentes à Enfermagem no curso de graduação de Medicina. Para Rafaela, a pesquisa a fez entender melhor o que pretende fazer após a graduação. “O trabalho me incentivou a fazer uma pós, um mestrado e a entrar no mundo acadêmico. Estou muito agradecida pela oportunidade de que a Universidade me deu” afirma a estudante.

Na categoria Mostra Internacional de Pós-Graduação (MPIG), a aluna Erica Monteiro, do Mestrado em Desenvolvimento Humano, ganhou em terceiro lugar entre os trabalhos de Humanas. Sua pesquisa abordou as interações sociais e a formação docente sobre a síndrome de down. “Essa premiação me estimula a cada vez mais a pesquisar, me mostra que estou no caminho certo, da luta por uma educação para todos e não para alguns”, ressalta Erica.

O Prof. Dr. José Rui Camargo, reitor da UNITAU, acredita que eventos como este colaboram com a pesquisa como um todo. “A satisfação de ver o auditório lotado é muito grande. Todas as premiações mostram o resultado de um trabalho que já vem sido feito a alguns anos. Um congresso como esse mostra que nosso objetivo foi cumprido, agora vamos pensar em 2018, fazer a educação crescer mais ainda”, conclui.

(Foto: Nádia Lemos ACOM/UNITAU) 

Alan Kevin
ACOM/UNITAU