Show da Física: um jeito lúdico de ensinar e de aprender

Acontece, Aluno, Comunidade, Conhecimento, departamento, Destaque, Extensão, Professor

A quantidade de números, de fórmulas e de contas presentes na disciplina de Física pode ser assustadora para muitos alunos. Para minimizar esse trauma, o Prof. Me. Luiz Alberto Mauricio criou o Show da Física um projeto de extensão em que os alunos do curso de Física da Universidade de Taubaté (UNITAU) apresentam a disciplina de uma forma interativa, com o objetivo de despertar a curiosidade das pessoas.

A ideia inicial surgiu na época em que o professor concluía seu mestrado. Ele e um grupo de amigos estudantes criaram o Centro interdisciplinar de Ciências na própria Universidade, no qual realizavam algumas experimentações. Depois que defendeu a sua dissertação, o professor integrou o grupo de docentes da Universidade de Taubaté (UNITAU) e foi então que surgiu a ideia de introduzir experimentos no ensino de Física, dando início ao projeto Show da Física.

“A importância está em divulgar a ciência. Pretendemos, com esse projeto, apresentar a Física de uma maneira lúdica, mais aplicada, para que desperte o interesse no aluno e ele busque estudar mais”, afirma o Prof. Luiz Alberto.

A participação dos alunos da graduação é fundamental. Além dos trabalhos realizados em sala, eles buscam ideias atuais para incluir no projeto de extensão, o que contribui com sua própria formação. Além dos alunos voluntários, a atividade conta com dois estagiários fixos, que auxiliam o professor durante as reuniões. “Aqui nós temos a visão de como é ser um professor, nós buscamos um rendimento maior, além de adquirir um amplo conhecimento fora da sala de aula”, frisa Breno Loreno, aluno do 6º semestre e estagiário coordenador do projeto.

A aluna Ana Carolina Vieira de Araújo, do 6º semestre de Física, acompanha o projeto desde antes de ingressar na UNITAU. Na graduação, voluntariou-se para fazer parte e ressalta: “O Show da Física ajuda a entender melhor a área, não deixando a didática monótona e estimula a pensar de um jeito que possamos ver aquilo no cotidiano, que seria o que estudamos na Física”.

Ao longo de 9 anos, o projeto teve um alcance muito grande na região e recebe diversos convites de escolas. Nesse período, cerca de dez mil alunos já foram alcançados e o projeto já passou por diversas escolas do Vale do Paraíba. “É gratificante, ao final de uma palestra, ver os alunos interessados por uma disciplina, de que, a princípio, eles tinham receio”, finaliza o Prof. Luiz Alberto.

 

João Santana

ACOM/UNITAU

*Foto: Leonardo Oliveira/ ACOM