Professor participa de plano para mapeamento ambiental do município

Acontece, ambiental, Biologia, Pesquisa

A Universidade de Taubaté (UNITAU) irá participar do desenvolvimento de um plano para conservação e recuperação da Mata Atlântica, uma iniciativa da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA).

O Prof. Dr. Julio César Voltolini, docente do curso de Ciências Biológicas, representará a UNITAU no projeto, que visa estruturar as áreas de florestas e observar o grau de conservação ambiental de Taubaté.  A ideia é desenvolver um plano municipal de mapeamento ambiental.

“Essa iniciativa é de extrema importância para entender a Mata Atlântica e quais são as áreas da cidade com mais ou menos planejamento. Somente com essas informações, é possível saber os locais ideais para construção de novos bairros, para recuperação dos solos devastados, ou até mesmo para construção de parques municipais”, ressalta o Prof. Voltolini.

No estudo, serão utilizados equipamentos tecnológicos, como satélites e drones, mas o trabalho tem início com uma consulta pública ambiental, que pode ser respondida online. Concebida pela SOS Mata Atlântica e pelo Instituto Paulo Montenegro (IPM), a pesquisa virtual permite coletar dados que indiquem como as pessoas percebem o município onde vivem sob a perspectiva ambiental. A pesquisa pode ser respondida aqui.

O Plano também oferece oportunidade para os estudantes da UNITAU aprenderem mais sobre esse tema. “Feito todos os relatórios, teremos um banco de dados amplo para as futuras pesquisas dos alunos. Também será possível a realização de atividades, nessas áreas de pesquisas, com escolas da região, sob a supervisão dos alunos da graduação”.

 

João Santana

ACOM/UNITAU

*Foto: Leonardo Oliveira/ACOM