Curso de Medicina se mantém entre os dez melhores do Estado de São Paulo

Conhecimento, Destaque, Medicina

O curso de Medicina da Universidade de Taubaté (UNITAU) está entre os 10 melhores do Estado de São Paulo, de acordo com o resultado da avaliação do Conselho Regional de Medicina (Cremesp) realizada em outubro de 2017.

A prova do Cremesp é aplicada desde 2012, abrange todo o conteúdo estudado ao longo dos seis anos do curso e tem como objetivo avaliar a atuação dos recém-formados. Mais de 50% dos alunos da Universidade que prestaram à prova foram aprovados.

Em 2016, o Diretório Acadêmico (DA) iniciou um curso preparatório para os alunos do último ano da graduação que iriam prestar a prova. Já no ano de 2017, o Departamento Científico Benedicto Montenegro assumiu a organização em parceria com o DA, e o curso foi oferecido para os interessados em se preparar para a avaliação do Cremesp e também para a prova de residência médica.

“Ao longo do curso, os alunos adquirem muitas informações e fica difícil fazer uma prova sem preparo. O curso é essencial para os alunos relembrarem os assuntos que aprenderam e é uma oportunidade de atualizar o conhecimento”, ressalta Isabela Garcia de Castro Andrade, do 4º ano de Medicina e presidente do Departamento Científico Benedicto Montenegro em 2017.

A preparação do curso é feita pelos próprios alunos, desde a composição das apostilas utilizadas até as provas para os testes. As questões abordadas no curso preparatório são tiradas de provas antigas do Cremesp. Além disso, há a participação de alguns professores da graduação, que ministram o curso. “Os professores nos auxiliaram bastante, pois elaboraram slides e aulas diferenciadas. Pegam uma determinada pergunta e abordam todo o assunto possível dentro de uma questão”, comenta Isabela.

Para o Prof. Dr. Xenofonte Rizzardi Mazzini, diretor do Departamento de Medicina da UNITAU, o envolvimento e a participação dos alunos nesse processo é muito benéfico. “É muito importante a dedicação dos alunos, pois a avaliação do Cremesp é muito conceituada e o nosso curso de Medicina ser bem avaliado valoriza ainda mais o diploma dos futuros médicos”, afirmou.

Para a Pró-reitora de Graduação, Profa. Dra. Nara Lúcia Perondi Fortes, o resultado positivo se dá pelo compromisso de alunos e professores. “Nosso foco é na qualidade de ensino. Para isso, buscamos manter as matrizes curriculares atualizadas e contamos com professores que são especialistas nas áreas da Medicina”, afirmou.

 

João Santana

ACOM/UNITAU

Foto: Acervo UNITAU