Alunos são monitores em projeto do curso de Engenharia Mecânica

Aluno, Conhecimento, Engenharia

Os alunos de Engenharia da Universidade de Taubaté (UNITAU) agora têm a chance de adquirir mais conhecimento e melhorar o currículo. O projeto Compartilhando Conhecimento tem aulas ministradas pelos próprios alunos, que são monitores dos demais colegas, e os ensinam a utilizarem softwares requisitados pelo mercado de trabalho.

Atualmente, o curso tem turmas de Excel básico e avançado, CAD, Inventor e elementos finitos. Para o Prof. Me. Antonio Ricardo Mendrot, coordenador das aulas, o mais importante é a chance de aprender a dominar novos programas de computador. “O projeto possibilita que os próprios discentes possam ministrar cursos sob supervisão de professores, para compartilhar seus conhecimentos em ferramentas que enriqueçam o currículo de seus colegas”, explica o docente.

Mais de 100 alunos já se inscreveram no programa, que tem aulas realizadas ao longo da semana e durante os sábados. Thiago Abrahão Rosa, aluno do sétimo semestre de Engenharia Aeronáutica, é monitor do curso de Inventor, programa que permite criar protótipos virtuais em 3D. De acordo com ele, a vontade dos estudantes em aprender é essencial. “Aqui, os alunos aparecem com algumas dúvidas que nos fazem buscar cada vez mais conhecimento, o que ajuda a todos nós”, destaca.

Manoela Raquel Pereira, aluna do sétimo semestre de Engenharia Aeronáutica, assiste às aulas do projeto e é colega de sala de Thiago. A aluna destaca que o mais legal é poder contar com o suporte do amigo. “Os monitores do curso têm a mesma vivência que nós. Eles sabem o que nós passamos, então temos menos vergonha de perguntar e pedir ajuda”, ressalta a estudante.

Os alunos monitores foram selecionados pelos docentes da Universidade e precisavam estar, pelo menos, no quinto semestre. Wellington Rodrigues da Silva é aluno do nono semestre de Engenharia Mecânica e foi um dos selecionados para lecionar no curso. Ele explica que o processo todo é dividido em etapas. “Primeiramente, nós começamos com a parte de esboço, depois passamos para o detalhamento e para a montagem. Por fim, o projeto unifica os dois processos para a montagem do produto completo”, esclarece.

O projeto é apoiado pela diretoria do departamento, pela Pró-reitoria de Extensão (PREX) e pela Pró-reitoria de Graduação (PRG). O Prof. Mendrot ressalta que só tem a parabenizar os envolvidos no programa. “Quero parabenizar os alunos ministrantes, pela dedicação com a qual abraçaram o projeto, e aos que participam do curso, pelo interesse pela busca por conhecimentos”, finaliza.

 

            Felipe Rodrigues

            ACOM/UNITAU

          *Foto: Felipe Rodrigues/ACOM