Um novo tempo na Universidade de Taubaté

Acontece, Destaque, Gestão, Professor

Fazer a gestão de uma instituição de Ensino Superior não é tarefa fácil. Ser responsável por uma comunidade acadêmica composta por cerca de 15 mil pessoas, entre alunos, professores e funcionários, gerir um orçamento de mais de R$200 milhões e cuidar da qualidade de ensino são apenas algumas das missões à frente da Reitoria da Universidade de Taubaté.

E esse foi o desafio assumido pela Profa. Nara Fortes, nova Reitora da UNITAU.

“Sei que teremos muito trabalho pela frente. A Universidade precisa de gestão. Na questão pedagógica nós estamos muito bem. Nossos cursos são bem avaliados, nossos professores são capacitados. Vamos trabalhar com foco para termos uma gestão eficaz para fazer com que nossa Universidade seja forte e competitiva”, comenta a Reitora.

Na última semana, a Reitora participou de todas as reuniões pedagógicas, acompanhada do vice-reitor e também Pró-reitor de Administração Prof. Jean Soldi Esteves, e da Profa. Angela Popovic Berbare, Pró-reitora de Graduação que também responde pela Pró-reitoria Estudantil.

Nesses encontros, palavras como acolhimento, mudança, transparência e renovação deram o tom da conversa. “É um novo tempo em nossa Universidade. Queremos despertar no professor, no servidor, o sentimento de ser melhor e fazer o melhor pela nossa UNITAU. Precisamos resgatar esse sentimento de orgulho pela Universidade”, ressalta a Profa. Nara.

A proposta da equipe é fazer uma gestão participativa e mais próxima dos professores e funcionários. “Entendemos que gestão não se faz de dentro do gabinete. É preciso conversar com o olho no olho, ir até os locais e entender as questões” comenta o Prof. Jean.

A preocupação com o aluno e com o professor foi abordada pela profa. Angela, que ressaltou a importância do acolhimento. “Nosso aluno precisa se sentir acolhido e quando digo isso, não é para passar a mão na cabeça. Lidamos hoje com uma geração diferente e que precisa de atenção”, comenta a pró-reitora.

Dentro dessa temática, o Programa de Formação Continuada (Profoco) trouxe duas atividades presenciais. A primeira, sobre evasão, foi feita a partir de dados da UNITAU e ministrada pelo Prof. Me. José Maria da Silva Junior, docente da casa. “É importante que os professores comecem a observar seus alunos, e de alguma forma perceberem até que ponto alguns deles têm interesse em trancar, ou transferir a faculdade”, comenta.

A inovação pedagógica foi tema de uma mesa de debates mediada pela Profa. Ana Calil, da Pedagogia, que contou com a presença da docente Fulvy Antonella Pereira, da PUC do Paraná, e da Profa. Mariana Aranha de Souza, da UNITAU.

“Assisti as duas palestras e estamos com boas ideias para colocá-las em prática. Parabenizo a Profa. Angela e toda a administração superior pela programação”, comentou a Profa. Eliane Romagnolli, diretora do Departamento de Engenharia Mecânica.

ACOM/UNITAU

Foto: Mayra Salles/ACOM