Ex-aluno formado em Odontologia exerce profissão no Amazonas

Conhecimento, Destaque, Ex-aluno, Odontologia

O Brasil é um país de diferentes culturas, pessoas e valores e, por esse motivo, conhecer essa nação é uma grande aventura. O ex-aluno de Odontologia da Universidade de Taubaté (UNITAU) Gabriel Soares, logo depois de se formar, em 2016, decidiu se aventurar pelo país e seguir a carreira em Manaus – AM.

Gabriel iniciou a vida profissional atendendo em clínica popular e, atualmente, é clinico geral em seu próprio consultório e também realiza dois cursos de especialização, em implantodontia e em cirurgia buco maxilo facial.

A oportunidade de ir para o Amazonas surgiu de grupos nas redes sociais. “Naquela época, a crise no Brasil estava forte e a Odontologia deu uma caída, então, como não tinha mercado de trabalho aqui, eu comecei a entrar em grupos de dentistas no Facebook e fui deixando meu contato. Um dia, me ofereceram uma vaga em São Luís do Maranhão, mas achei muito longe, fiquei inseguro e demorei para dar a resposta. Quando disse que ia, era tarde demais, então surgiu vaga em Manaus e eu já aceitei, porque eu já havia demorado para responder para uma pessoa e perdi uma oportunidade”, explica o ex-aluno.

A rotina de Gabriel na clínica popular era bem rigorosa, com 12 horas de trabalho, atendendo diferentes casos. “Na clínica, você não pode correr para o professor, você é quem é o responsável. Lá, você amadurece muito profissionalmente e, quando eu percebi que ela não me ensinava, mais eu saí”, salienta o dentista.

Um dos grandes desafios enfrentados pelo ex-aluno foi a alimentação, a saudade dos familiares e encarar a realidade da região. “O tempero é muito forte e as comidas são pesadas, aproxima-se da comida baiana e tem muito peixe e eu não comia peixe. Eu nunca tinha saído de perto da minha família, e essa distância ainda é o maior empecilho. A imagem da pobreza, de que crianças morrem por desnutrição, não é uma imagem de Brasil a que a gente está acostumada e isso é um desafio muito grande, você tem de ter sangue frio para encarar essas situações e saber que você não pode fazer nada”, enfatiza.

Ser dentista não foi a primeira opção de Gabriel, ele cursou dois anos de Biologia na UNITAU e, devido a amizades com alunos do curso de Odontologia, resolveu pesquisar mais sobre a área e optou seguir a carreira. “Escolhi a UNITAU pela estrutura, pelos laboratórios, pelos materiais, pelos equipamentos, pelo conceito e porque quase todos os profissionais do Vale são formados aqui. É uma Universidade muito forte, tanto que lá no Amazonas todos conhecem a Universidade, todos os professores já ouviram falar dela, conhecem alguém que foi diretor ou já trabalharam ou fizeram mestrado com alguém”, expõe o ex-aluno.

Para Gabriel, a UNITAU representa oportunidades. “A Universidade abriu portas para mim e me fez enxergar o mundo de uma maneira diferente”, expõe. Gabriel Soares é o primeiro de sua família a ter ensino superior e vive há dois anos em Manaus, e, a cada seis a sete meses, retorna para visitar e matar a saudade da família.

Julia Carvalho

ACOM / UNITAU

 

Foto: Leonardo Oliveira / ACOM