Aluna da UNITAU tem redação aprovada em conferência estudantil na Alemanha

Acadêmico, Aluno, Comercio Exterior, Conhecimento, Cultura, Destaque, Fora das Salas, Intercâmbio, Internacional

A aluna Maria Magalhães do curso de Comércio Exterior da Universidade de Taubaté (UNITAU) foi aprovada no mês de fevereiro, no Internacional Student Week in Ilmenau (ISWI), um evento bianual que acontece na cidade de Ilmenau na Alemanha e promove o encontro de 370 universitários de mais de 70 países.

Maria soube do evento quando o ex-aluno Matheus Romeneli foi palestrar em sua sala de aula e comentou sobre a conferência. Ela se interessou e em novembro realizou sua inscrição. “Eu esperei pela resposta por três meses, quando vi a notificação do e-mail, no primeiro momento fiquei um pouco nervosa e com medo, mas após ler, eu me senti muito feliz e realizada”, conta Maria.

O ex-aluno Matheus participou da conferência no ano de 2017, na época ele participava do programa Bolsa Ibero-Americana do Santander e estava estudando na Universidad Mayor no Chile, quando a conferência foi divulgada.

“Naquele ano fui o único representante brasileiro. Sabia que tinha que representar meu país da melhor maneira possível. Foi uma experiência única. Participei no grupo de Igualdade de Gênero e Direitos LGBT e discuti com pessoas do mundo todo e os cenários regionais sobre o tema”, explica.

            Segundo o Prof. Me. Marco Ortiz a participação dos alunos em eventos internacionais é primordial para a carreira. “A presença é importante propaga o bom nome da UNITAU aos quatro cantos do mundo. Além da expansão do conhecimento, aperfeiçoamento de idiomas, estabelecimentos de contatos profissionais com residentes de outros países”, observa o docente.

            A conferência neste ano acontece entre nos dias 17 e 26 de maio e leva como tema Tradição e Transmissão. “Minhas expectativas são muito positivas e boas, creio que vai ser uma oportunidade única de interagir com outras culturas. Ser acolhida pela Alemanha e pela patrono deste evento a Naris Dirie que é ativista da ONU faz com que eu me sinta honrada em poder fazer parte disso”, finaliza Maria Magalhães.

Nathália Sobral

ACOM/UNITAU

Foto: Arquivo pessoal dos alunos