O sono no aprendizado: a importância de se ter uma boa noite de sono

Conhecimento, Destaque, Educação, Medicina, Pesquisa

Pesquisas comprovam e professores também: ter uma boa noite de sono está diretamente relacionado com o rendimento escolar do aluno. Além disso, dormir bem traz benefícios para a área psicológica e hormonal.

Segundo o Prof. Dr. Oscar César Pires, diretor do Departamento de Medicina da Universidade de Taubate (UNITAU), de maneira geral, pelas suas características, o sono é o único momento em que a pressão arterial se mantém abaixo das médias diárias, assim como a frequência e trabalho cardíaco. Sendo assim, o principal momento de descanso do nosso corpo é enquanto dormimos.

Quais são os benefícios de se dormir bem?

Como já foi dito, dormir bem está diretamente relacionado a um bom desempenho escolar. Pesquisas comprovam que, durante o sono, a pessoa associa tudo o que aprendeu durante o dia, levando-a a memorizar o que foi estudado. “Uma pesquisa realizada na Alemanha mostrou que inicialmente as informações são armazenadas temporariamente em uma região do cérebro denominada hipocampo e posteriormente, durante o sono, transferida de forma definitiva para o neocórtex. Um estudo da Universidade Harvard mostrou que durante o sono os neurônios fazem conexões entre informações adquiridas em situações diferentes e isso pode fazer com que algumas pessoas acordem com a sensação de ter tido uma brilhante ideia enquanto dormia. Assim, uma boa noite de sono está diretamente relacionada com a memória definitiva”, diz o professor.

Desvantagens em não respeitar o sono

A falta de uma noite de sono traz problemas graves à nossa saúde psicológica, podendo causar ansiedade, depressão, estresse, entre outros. “A falta de dormir aumenta a produção do hormônio cortisol, hormônio do estresse, causando ansiedade, depressão e aumento do trabalho cardíaco com consequente elevação da pressão arterial e até a possibilidade de um ataque cardíaco. Além disso, faz com que no dia seguinte haja cansaço e redução do metabolismo, que se ocorrer com frequência pode levar ao aumento do peso e obesidade”, comenta.

Como ter uma boa rotina de sono?

“Adotar uma rotina de dormir oito horas por noite é importante. Para isso, algumas dicas são válidas, como a de evitar praticar exercícios físicos no período da noite, pois causam redução na secreção de melatonina (hormônio do sono), aumentam a secreção de cortisol (hormônio do estresse), o que reduz a sonolência”, explica o professor.

 

 

Matheus Corrêa

ACOM/UNITAU

Foto: Marina Lima/ACOM