Alunas de Direito fazem atendimento em Penitenciária de Tremembé

Acadêmico, Acontece, Aluno, Destaque, Direito, Estágio

Os alunos dos últimos períodos do curso de Direito da Universidade de Taubaté (UNITAU) participam do estágio EAJ Criminal (Escritório de Assistência Jurídica) e fazem atendimentos gratuitos em penitenciárias de Taubaté e de Tremembé em todas as semanas. O Projeto existe desde 2017 e surgiu de uma ideia, originalmente, da Dra. Sueli Zeraik, juíza da execução criminal e corregedoria dos presídios, chegando a receber indicação ao Prêmio Innovare no mesmo ano.

Os alunos interessados fazem inscrição no início do ano letivo. Quando passam na prova, participam de entrevistas individuais realizadas com os professores, treinamento e um teste de aptidão, pois trabalham diretamente com detentos. O EAJ Criminal tem o intuito de fazer com que os alunos tenham experiências reais ao realizarem atendimentos, além de auxiliar os casos esquecidos pela justiça. “Na prática, o aluno aprende a atuar como se de fato fosse um defensor das pessoas atendidas pelo projeto”, explica o Prof. Me Ernani Assagra Marques, coordenador e supervisor do estágio.

A aluna do 9º semestre Nathalia Lopes Santos diz que é uma experiência incrível: “Eu amo participar desse projeto. Particularmente, é algo que me interessa muito e eu sempre quis participar e ter essa experiência está sendo incrível para mim”. Nathalia participa do EAJ Criminal desde o começo do primeiro semestre de 2019.  O estágio já trouxe grande bagagem e influência na carreira que ela deseja seguir: “É uma área com que me identifico muito e pela qual sempre tive interesse. Com essa experiência, tive a certeza de que realmente é a área certa pra mim”.

“A importância dos alunos em participar do projeto se faz na preparação para a atuação real na área criminal, agregando raciocínio jurídico à área com atividade prática na realização dos direitos das pessoas envolvidas de alguma forma com a justiça criminal.”, finaliza o Prof. Ernani.

 

Raíssa Santos

ACOM / UNITAU

Foto: Leonardo Oliveira/ACOM