UNITAU cria comissão de mercado com foco na formação do aluno

Acadêmico, Acontece, Aluno, Comunidade, Destaque, Educação, Inovação, Institucional, Ser melhor

Com objetivo de aproximar a Universidade de Taubaté (UNITAU) do mercado de trabalho e de formar profissionais cada vez mais aptos a atender às demandas exigidas atualmente, foi criada a Comissão Permanente de Mercado. Os membros tomaram posse nesta terça-feira, 24, no gabinete da Reitoria.

Formada por cinco profissionais com carreiras em diferentes segmentos, a comissão irá se encontrar a cada três meses para discutir sobre inovação, empreendedorismo, com foco na formação empreendedora e que contribua para o desenvolvimento sustentável da sociedade.

“O objetivo é trazer a comunidade para dentro da Universidade. Essa troca entre profissionais que tem destaque no mercado com a academia é de extrema importância. Queremos trazer ainda mais qualidade à formação de nossos alunos para que eles saiam cada vez mais preparados para os desafios profissionais”, comenta a Profa. Dra. Profa. Nara Lucia Perondi Fortes, Reitora da UNITAU.

            Comissão

            A equipe é formada pela Profa. Dra. Leticia Maria Pinto da Costa, Pró-Reitora de Extensão, que preside a Comissão.

Complementam o time Alcione Maria Giannico de Araújo Viana, que atuou muitos anos na General Motors, Carolina Mello, que é presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH) no Vale do Paraíba, Carlos Magno Vieira, da comunidade Startups do Vale, José Roberto Moura da Sociedade Brasileira de Odontologia e Estética e o Prof. Luis Antônio Bovo docente da UNITAU e da empresa Hydrostec.

“A iniciativa de criar essa comissão extremamente importante por que mostra que a Instituição está aberta para os novos caminhos que as indústrias e os mercados necessitam. Isso também trará para o aluno uma nova perspectiva do mercado e que ele muda muito rápido”, observa Alcione Viana.

“O mundo está se adaptando a uma nova realidade, com a criação de startups, por exemplo. E a Universidade não pode ficar fora disso. O momento é agora”, completa Carlos Magno.

Nathália Sobral
ACOM/UNITAU