Universidade firma 550 acordos nos dois primeiros meses do PRC

Acontece, Comunidade, Oportunidade

Nos dois primeiros meses do Programa de Recuperação de Créditos (PRC) a Universidade de Taubaté (UNITAU) firmou 550 acordos ajuizados e não-ajuizados. Os valores acordados ultrapassam R$ 4 milhões de reais.

O PRC teve início em 6 de novembro de 2017 e tem duração de seis meses. O Programa é estendido para alunos e ex-alunos de graduação da Universidade de Taubaté e da Escola de Aplicação Dr. Alfredo José Balbi que têm débitos com a Instituição.

“O formato que adotamos para este Programa é favorável para os alunos e ex-alunos, tanto pelas formas de pagamento, quanto pela anistia em multas e juros. Isso, consequentemente, contribui também para que a Universidade recupere os valores e possa investir internamente”, afirma o Prof. Dr. José Rui Camargo, Reitor da UNITAU.

O PRC contempla débitos ajuizados e não ajuizados. Os ajuizados são as dívidas contraídas até 2015 e são acordados na Procuradoria Jurídica. Até 21 de dezembro de 2017 foram 365 acordos, no valor de R$ 3.286.008,80. Destes, a Universidade já recebeu R$ 691.901,96.

A Pró-reitoria de Finanças atende os débitos não ajuizados, ou seja, as dívidas adquiridas em 2016. Até 21 de dezembro de 2017, foram realizados 185 acordos, no valor de R$ 935.816,39. Destes, já foram recebidos R$ 85.107,98

Podem ser negociadas as dívidas contraídas até 31 de dezembro de 2016, ajuizadas e não ajuizadas, como acordos vigentes, não cumpridos e para novos acordos. Os atendimentos são agendados pelo site da Universidade.

ACOM/UNITAU